Meus Bias Ultimate

10/05/2017

Colors: Aquela coisa bem homoafetiva dos brothers


AVISO, O POST TÁ GIGANTÃO, ENTÃO JÁ SABE NEH?
Aín meo deos todo poderoso o(╥﹏╥)o 
Estou de volta, cristo eterno! Desta vez fazendo uma chegada bem inusitado. Trago um camelo de ouro nas costas em dizer que até me esqueci como se faz isso (~isso o que pelo amor de Deus?~) Postar! Como se faz mesmo?! Estava com saudades de fazer esta coisa toda de digitar a primeira merda que me vem a cabeça para lotar a intro da postagem (●´ω`●) Um passarinho me contou que as coisas mudaram aqui na blogosfera, e sei que o blogspot está nesse ramo a muito tempo, achei que viraria um orkut da vida. Mas eu reparei que andam até surgindo novos blogueiros e pá.

Minha escrita está meio rebuscada, talvez em acabar por acostumar-me a rebuscar meu português fajuto em comunidades de kpop ç-ç entretanto não vou messar remorsos em voltar a como era antes aqui do SH. Talvez eu não saiba exatamente como fazer isso, já que se passaram uns 8 meses. ─ Nem sei como lotar essa intro, então deixo para você seguir a vida♥


Primeiro, acontecimentos:

Assisti esta semana alguns filmes com minha mãe e minha tia. Dois deles, aquela coisa toda maravilinda: Moana ~ sendo uma animação bem daorinha, com água, comédia e logicamente, contendo a participação de um dos meus atores favoritos como dublador (Dwayne J. homão da porra). E posteriormente, "Central de inteligência", sim, mais um filme com o Dwayne homão da porra, ri horrores e inclusive, ele 'tava mais gostoso do que de costume ¬u¬  Para minha decepção, o terceiro filme "Assassin's creed", mas conhecido como: "Dinheiro jogado fora", tornou minha vida naquele momento em que você repensa no que poderia ter feito nessas 2hs que estava perdendo assistindo-o. Não reclamo tanto, até que o filme em si foi legalzinho, efeitos, atores... mas... Sério, não entendi nada. Fiquei 30 minutos boiando, tentando entender por que diabos enfiaram uma maça de ferro ali no meio. ─> A partir daí, neste mesmo dia, assisti o Especial "Lagoa Azul" no megapix. Sim! Aquele filme nada inédito que a Globo amava passar na Sessão da Tarde. Após minha cabeça já formada, vejo agora que não passa de um filme inocentemente pornográfico, e assistir cenas que a Globo fazia o favor de cortar (AKA cenas bem obscenas). Não me dera que nos anos 80, era permitido a atuação com pessoas tão jovens em cenas quentes daquelas. E fico aqui pensando que a pobre Brooke Shields tem tido a infância destruída desde sua estreia em "Patty Baby" e uma mãe como a dela :(

Depois de rever minhas insignificâncias, eu finalmente decidi tomar vergonha da cara. Então retornei ao meu ap no Onigiri com a maior cara de cú, depois de pôr culpa no Yato (não tiro minha razão, aquele deus não é de Deus, roubou meu dinheiro tudo '-'). Teve desafio (ou competição, sei lá) no Onigiri, e as sindicas aceitaram meu retorno. Nem deu tempo de pensar no desafio de criar um dialogo da hawkeye e Roy, já que convenhamos, Yato roubou a criatividade também ლ(́◉◞౪◟◉‵ლ. Ainda sim, lançou o desafio do pokemon, onde eu já havia desistido antes de terminar de ler o post, então lembro-me de ter assistido sem querer {{shingeki no bahamut}} depois de comprar o dvd pirata num evento que teve na minha cidade. SÓ DIGO ISSO ¬u¬ Posteriormente, ficar tão feliz em voltar ao AP que se destrambelhou toda, e Nigohyu sair digitando tudo errado e incluindo o código java. Normal ┐(‘~`;)┌ Quero também me infiltrar em mais projetos, então caso você tenha, por favor me convide (sim, estou te convidando a me convidando, porque sou dessas).

------------------------------------------------------------------------------------------------------

VAMOS AO POST PELO AMOR DO BRIOCO.

A questão começa, quando eu mesma disse (em algum lugar, nem venha me perguntar que eu não sei :) que havia criado um canal no youtube. Começou surgindo a vontade de ler imagines da One Direction a uns 300 anos a.c atrás. Depois passou-me pela cabeça assistir edits de kpop, onde fui parar nos Imagines gringos (americanos, já que a Estados Unidos é o fodão). Aquilo talvez me tivesse alertado uma boa vontade de editar, já que eu tinha umas técnicas de edição de videos nas mangas (antecedente, uma guria que só fazia amv e fmv). Entretanto eu procurei nas profundezas da pqp um Imagine em português, mas não achei (tinha sim, mais sou uma pessoa azarada que não consegue nada na vida ಠ益ಠ). Foi aí que minha vontade insana de criar um imagine do BTS surgiu.

Assim como aqui no blog, eu não messo responsabilidade (que é nula convenhamos), postava vídeo uma vez a cada uma eternidade. Entretanto, mas, todavia, sobretudo, contudo, porém, o canal cresceu rápido, com 1 semana já tinham 1.000 inscritos. Aquilo me motivou. Mas motivou de uma forma negativa, já que todos elogiavam-me por minha criatividade e aquela coisa homoafetiva toda, e eu sou um daqueles indivíduos que faz e refaz uma coisa mil vezes até ficar boa. 

Para recompensar meu atraso com os vídeo, postei um trailer dos brothers. Um trailer de um imagine que estava disposta a ser adicionado na minha lista de responsabilidades. Este imagine em questão, está sendo escrita como livro do Wattpad. Este imagine em questão É do BTS. ESTE IMAGINE EM QUESTÃO, É COM O KIM TAEHYUNG. ~oh glória!




Fora em um dia de alegria, onde escultava o forrozinho do Twice. Em sequencia, SF9 com Roar e sua facilidade de ferrar-me com aqueles minos dando uns parkour do ar. Logo após uma sessão de tiros com Block B em Yesterday. Depois uma maratona desesperada de dar viws para Nu'est em Lover Paint. Daí me bateu um devaneio e refleti na coisa que tenho de ser facilmente atraída por MV's com um exagero de cores. ~De um momento para outro eu me interessei por elas e decidi explorar o mundo das cores, mas uma pesquisa bem afundo mesmo, nada daquelas vontades mixurucas de momento. Até tive o privilégio de ir a biblioteca do meu bairro explorar algo relacionado (n˘v˘•)¬

Não demorou muito para aquela lampada amiga brilhasse como um holofote na minha cabeça e eu imediatamente ter ideia de escrever uma história relacionada a cores. Assim eu comecei a passar noites virando minha cuca no travesseiro e pondo o cérebro para funcionar e PIMPA. Logo a tia aqui deu a lokona e iniciou um rascunho mais conhecido como "resumo lixo da história toda em apenas 360 caracteres". De inicio, a história era original, sem personagem especifico, mas com personalidade desenvolvida, pois já que se tu tá fazendo a história tem que fazer a listinha bem bonitinha dos personagem também (ΘεΘ )~ Nesse lenga lenga de afundar-me na ilusão da paçoca toda, eu comecei a assemelhar essa minha genialidade com a minha irresponsabilidade do canal.

~Após receber uns comentários bem ameaçadores de pedidos de imagines com Jungkook que já estavam me deixando desesperada. ~De acordo com as características do protagonista (que vou spoilear daqui a pouco, sossega a raba aí), não pensei duas vezes quando decidi incluir Kim Taehyung naquele personagem inusitado que criei. O aspecto de ambos eram bem parecidos, e principalmente a estranheza (não que estranho seja ruim tá Taetae?! te amo táh bão ^3^). Assim em menos de 4 horas eu fiz um book trailer bem marotinho dos brothers, com legenda e tudo (até ter o desprazer de encontrar a desgraça de um erro ortográfico depois que posto o vídeo ¬¬) confere aí:



  • Bora falar da música tema ( ^▽^)σ)~O~)

Acho que não é de se estranhar quando as pessoas fazem um book trailer de uma história. Elas escolhem uma trilha sonora e sabe lá God se foi por intuição, aleatoriedade ou bulhufas. Talvez para deixar o trailer bem mais bonito, cômico, romântico, tristes, trevoso.... Ou simplesmente porque estava com preguiça de baixar uma música e pões a que estava salvo no pc mesmo. Aí nóis já num sabe neh, não?! Só que sei, eu fiz uma seleção bem acirrada na escolha da música tema para Colors, e digo mais, minha mãe foi uma inspiração para ela. Das profundezas exaltadas dos anos 80 onde é venerada a discoteca, rock, dance, jazz e folk. A escolha basicamente foi feita quando eu compartilhei com minha mãe sobre a história, e logo depois a perguntei qual música eu deveria pôr como tema. Ela não deixou-me nem exclamar a pontuação de minha frase, apenas respondeu: "Com certeza True Colors da Cyndi Louper".


Eu já conhecia Cyndi a um bom tempo justamente por causa de minha progenitora, e acho que (inclusive) suas músicas são bem recebidas em boates (principalmente Gays) e provavelmente vocês já devem ter escultado "Girls Just Want To Have Fun" em algum filme de comédia romântica. Mas achava que a música em si não seria uma boa escolha para com a história, já que de certa forma, os leitores alvos não são muito chegados em músicas "antigas" e sim, num bom e velho Ed Sheeran e sua voz de anjo com suas músicas sofredoras ;~; Entretanto, após estuprar o replay, True Colors me pareceu algo tão... Único. Não sei descrever o que senti no momento ao notar que nenhuma música seria tão perfeita para o trailer quanto esta. ─ Como sou desprovida de um inglês fluente, pesquisei a tradução completa da música; e pronto, bastou isso para eu ter 100% de certeza. (www) ~entretanto, tive que pôr um cover da música, para evitar copyright do Youtube contra direitos mimizentais (www) que devo admitir, foi até muito melhor~

Lauper é uma representante ativista dos direitos da população LGBT (+) desde a década de 80 e criou uma fundação chamada de True Colors, que promove aceitação para homossexuais e transgêneros, contando com o apoio e participação de outros artistas (a tia nigo não vai pôr aqui pq não sou obrigada). A música foi single e tema de seu segundo álbum, que contem apenas 3 grandes hits de sucesso, incluindo a própria música em questão. Outra música chamada "Boy Blue" (www), tornou-se outro primeiro sigle da cantora e o lucro foi doado à instituição de pesquisa da AIDS. A letra como já enfatiza aquela purpurinagem toda, me deixou um tanto quando feliz. Apesar Cyndi ter feito a música dedicada a comunidade LGBT+, podemos levar a letra da canção para todas as situações unilaterais (interprete como quiser), sendo que até o clipe, nem deixa claro: "SAPOHA É YAOI, SE PEGUEM. MEU SHIPP NINGUÉM SAI KRL♥". Not! De qualquer forma, quero deixar claro que a compreensão ampla da letra são só para os fortes ¬u¬
  • A ESTRANHEZA DOS PROTAGONISTAS (ATENÇÃO SPOILER GOXTOZO)
Bem, Agora veremos como posso explicar essa treta: Como já disse lá em cima, eu agora vou falar um pouco sobre a característica do protagonista SEM dar aquele spoiler gostoso que todos nós odiamos. Como sei que não vou me aguentar, pule esta parte =}

Começamos com o tal do clichê. Tirei um tempo para ler alguns livros no wattpad, desde de originais, até as fanfics de tudo quanto é tema (todos romances) - só para ter o gostinho de ver do que as pessoas gostavam, como os devidos autores as escrevem, se eles tem um começo, meio e fim. Pode-se dizer que sim, mais especificante os romances originais. Infelizmente não digo o mesmo das fanfics. Sinceramente não sei o que acontece que parece tudo a mesma coisa, até ler a sinopse me dá um coiso que só eu sei. (Até mesmo minha humilde sinopse de Colors, me faz querer refaze-la umas 70 vezes :v). Odeio sinopse, sério! Basicamente as histórias (mandando o geralzão mermo) são bem sequenciadas. Há fanfics que apesar do clichês eu pedia Bis, pois eu praticamente me afundava naquela mesmice gostosa┌( ಠ_ಠ)┘ Realmente, não dispenso um bom clichê por mais que repetitivo ele seja.

Sou daquelas que faz uma grande pesquisa antes de começar algo que vá se tornar publico ─ comecei então a pensar num romance que não fosse tão estereotipado, mas que ao mesmo tempo fosse algo que as pessoas procurassem (principalmente meu publico alvo: fãs trouxas que curtem serem iludidas). Isso acaba me deixando "a diferentona das fanfics", então se um dia algo impensável acontecer nela, não se assuste. Mas isso não tinha nenhum ligação em minha mente, foi aí que dei uma louca de deixar os protagonistas peculiares.

A peculiaridade roda em torno da minha vida, eu me atraio pelo novo, coisa que ninguém gosta, coisa que não é comum é comigo mesma. Minha fanfic é narrada em 3ª pessoa, por um narrador onipresente = porque sou dessas!

S/N: Uma abreviação de "Seu Nome". Basicamente, S/N é você. Sim, você que está lendo :) Essa interpretação faz com que a trouxa pessoa se inclua na história. Por algum motivo inexplicável do universo, ela é representada (no meu canal apenas) pela Princesa Caroço, eu não sei o que me deu na cabeça, mas na primeira vez em que ela apareceu o povo achou engraçado, e é lógico que eu continuei a colocá-la como interprete para S/N. EMFIM!!!!!!~ Em Colors, ela é retratada como uma jovem escritora que mora sozinha em uma cidade perdida da Coréia do Sul (o clichê já começa a partir daí). Ela gosta de realizar suas história exatamente com isso: clichê! Entretanto, sua editora não suporta mais ver o mesmo tipo de romance que ela oferece. ─ este não é ponto por agora.

S/N aparentemente é uma garota normal, com uma rotina monótona e comum, o que difere das demais é sua mania incontentável de pôr nome em tudo. Esta é uma características da personagem que mais amo. Não de forma: "Aquela panela se chama Jorge e aquela mangá é a Patricia", o que eu quero tentar passar desta personagem é o fato das pessoas tentarem fazer qualquer coisa para lembrar-se de algo. No caso da S/N, etiquetar as coisas de forma obvia, chamá-las por suas características visuais. Assim como eu e grande parte do mundo, por exemplo, costuma guardar coisas na cabeça através de imagens. Outras por sons, outros por números, e outros por cores. Cada um tem sua forma de raciocino e convívio com as coisas ao seu redor.

[...]O banco de praça um pouco velho, marrom, cor amadeirada, mas era de ferro [...] 
Taehyung: Ser humaninho celestial. O principal da caralha dançante. Por que? Porque eu quero não a nada mais especial do que focar em um personagem improvável. Nesta história, S/N é com certeza muito importante, mas o foco principal nela sempre será Kim Taehyung. Você só está lá para fazer a mágica acontecer, sem você, Taehyung não seria o principal (concorda?), sem você, esta história não aconteceria. Taehyung representa uma parte ofusca da sociedade, aquela parte esquecida e julgada, poderia eu estar falando de todos? Afinal, somos todos alvos de julgamento, não é? Mas não. Refiro-me a uma porcentagem tão pequena e indecifrável. Não porque (ALTO SPOILER) Tae é sinestésico, mais sim porque, assim como S/N, interpreta o mundo de forma deferente, daquele jeitinho que ninguém consegue entender, somente ele.

Por ter essa 'doença' (não declaro uma doença, afinal, isso parece-me muito impressionante) ele as vezes se perde no mundo da maionese e unicórnios purpurinadões (parece eu na aula de matemática). Muito a cara do próprio Taehyung, e é por isso que eu o escolhi para esse papel xD 

Taehyung é sinestésico, e a cores rodeiam sua vida. A sinestesia é como se fosse um Sexto sentido, e apenas 1% da população mundial a tem. Por ser um fenômeno neurológico muito raro e comum entre homens, cientistas ainda tentam através de estudos prolongados entende-la.

○○◘••.. MAS COMO ASSIM TIA? v( ‘.’ )v

Deixe-me explicar de forma bem simples: Você, mero ser humano mortal, vê cores, CERTO? Ouve sons, CERTO? Sente gostos, CERTO? Então... Sinestésicos não só vêm cores, como as sente e as esculta. Ela faz com que o estimulo de um sentido interfira noutro, envolvendo paladar, olfato, audição visão e tato. Se eu falar para você: Evento da cultura Asiática. Qual a primeira coisa que passa pela sua cabeça? Provavelmente você se imagina num local cheio de gente, com barraquinhas de animes, cosplays, música asiática; já começa a sentir o gostinho dos sushi que as tia tão preparando pá nóis. ლ(́◉◞౪◟◉‵ლ Isso tudo pode parecer bem "sinestésico", mas não é bem assim. De acordo com o pesquisador John Harrison, fazemos tudo isso a partir da memoria. Ou seja, se você nunca comeu um sushi, você nunca que irá adivinhar o gosto dele pela memoria. Sinestésicos NÃO SÃO mágicos, eles não adivinham. Seu sistema neurológico assemelhasse a sonho.

Eu represento a sinestesia em Colors de forma diferente, exagerada. Eu nunca que vou saber como um sinestésico vê de verdade, mas eu tirei um bom tempo (tipo, um mês '-') para estudar sobre. Envolvi pesquisas fundas em sites de ciência, livros e também tive o prazer de conversar com um psicologo amiga de minha mãe (apesar de não tirar proveito, pois não era a área dela). Entretanto a Doutora foi de grande importância para eu saber mais sobre o comportamento humano e social, e tive o prazer de incluir nos personagem. ~Creio que a sinestesia é algo muito complexa para se entender, principalmente aos leitores jovens que ainda não entendem muita coisa. Desta forma, eu tive a audácia de projetar e interpretá-la com mais sutileza. Algo bem irreal, bem exagerado, pois só assim para pegarem o rumo da coisa.

Uma música bem depressiva dos brother pra deixar o post trevoso ;~;

Eu ainda estou postando a fanfic aos poucos, porém eu já a tenho escrita em rascunho. No final do livro, irei inteirar como posfácio toda a minha pesquisa e esclarecer o epilogo para vocês lá. Um final bem lacrador ~cof cof~ eu espero -.-

<=========================================================>

EEENTÃOO é isso :) Tchau... vá com Deus, vá pela sombra.... Não pera, eu ainda tenho que fazer aquele clássico depoimento sobre minha vida: Estou pensando em mudar o layout que quê você acham?? Eu acho bom. Cansei-me desse layout claro que doí na vista ಥ_ಥ Quero um template mais vivo, onde eu possa enfiar as fontes exalantes, e todas aquelas imagens paçoquinhas dos irmão bem daorinhas e vivas. Tô cansada de procurar psd claro para pôr nas imagem e fazê-las combinarem com lay, tô cansada, aff cansei!!! ~revolts~ Estou assistindo Yuri!! on Ice de novo, desde o inicio, Pois quando laçou, eu estava a assistir subtitulado em inglês e como disse, não sou nem uma Namjoonie da vida. Também não estava tão animada, aí não tive o prazer de usufruir e dar meu pequenos surtos da gaivota com ele (não prestei atenção). Então estava lá fazendo vários nadas, decidi assisti-lo com mais clareza e adivinha?! Eu tô dando os surtinhos da gaivota manca (ノ◕ヮ◕)ノ*:・゚✧ Talvez eu faça uma resenha quando eu terminar (talvez nunca pq eu sou um brioco² com resenha de anime e vocês sabem disso). você já começa a idolatrar aquela merda quando aparece a bundinha do Vicktor (foda-se ninguém sabe se o nome dele é com C ou com K, então nóis põe os dois, e fica xiumin aí). Enquanto não assisto-o vou lá escrever Colors, votar no BTS, morrer com os comeback do Vixx, chorar pela ausência da Solji, comer... enfim...

É isso mesmo, adoro vcs. Vlw Flw ✌



Um comentário:

  1. nossa senhora eu to tombada nem raciocinar to conseguindo direito

    que trailer foi esse????????????? passa nem agulha no cu (desculpa)
    quando eu me recuperar talvez faça um comentário decente :(

    ResponderExcluir

Tentei ser normal, mas não consegui, eu tenho que soltar a franga:

❀Faz o que tu quiser da vida nesse comentário;
❀BUT, tá ilicitamente proibido ofender outros leitores!
❀Se chegar dando a louca com eles, o pau vai comer. Eu manjo das artes dos paranauê ¬¬ #rimou
❀Divulgação eu aceito, nem precisa comentar nada do post. PORÉM, entrará para minha lista de "Trouxas" #ignorada ;D.
❀Se quiser descontar sua raiva com palavões sobre minha pessoa, vai em frente, mas não me responsabilizo pelo Jutsu Thug Life que receber :*

Design by Nigohyu